Sydney Opera House

Sydney Opera House

E porque mais vale tarde do que nunca…



2 comentários
Demorou mas este fim de semana lá fizemos o House Warming da nossa nova morada. Para quem não sabe, o House Warming é uma festinha que se faz quando alguém se muda, para dar a conhecer a casa nova.

Por cá foi só um pequeno convívio, já que mudar de casa começa a deixar de ser uma grande novidade, mas não pude deixar passar a oportunidade de usar um dos meus temas de festa para enfeitar a mesa dos petiscos. E não é que até ficou fofinho?



Mais deste tema no álbum do Facebook e na loja.

Estado de Emergência



1 comentários
Os incêndios continuam nas Blue Mountains e prevê-se que a situação ainda piore antes de melhorar. Hoje voltam os ventos fortes e o calor intenso e ainda há 59 incêndios activos em NSW, vários ainda por controlar. As imagens que vamos vendo na TV são desoladoras. Os bombeiros dizem que as condições hoje vão ser "as bad as it gets".

Imagem daqui
Imagem daqui
Este sobrevivente já está com os donos 
Entretanto foram apanhados vários miúdos suspeitos de atear fogos, o mais novo de 11 anos (!). Inacreditável. Crianças a atear os piores incêndios de sempre desta zona!
Hoje nas notícias diziam que o tal miúdo de 11 anos, acusado de atear 2 dos fogos que ainda ardem, já foi presente a tribunal e está agora em prisão domiciliária. Oi? Acho inacreditável que não se responsabilizem estes delinquentes em conformidade com os crimes que cometem. Sim, são crianças, mas vejamos: arderam hectares de terra, perdeu-se a beleza natural de um sítio que atraía muitos visitantes ao longo do ano, centenas de pessoas perderam tudo o que tinham, animais morreram no fogo, há pessoas feridas e pelo menos uma fatalidade, vieram bombeiros e meios de outros estados da Austrália, milhões de dólares de prejuízo, e os fogos ainda ardem e continuam a causar danos. E o castigo que se dá a um dos responsáveis por tudo isto é pô-lo em casa, sem ir à escola, provavelmente no sofá a ver televisão ou a jogar playstation. Sim, é uma criança, mas não me parece que dar-lhe umas férias em casa o faça perceber a gravidade das suas acções. Espero sinceramente que os pais desse miúdo o castiguem como deve ser, já que a justiça não o faz.

Entretanto há centenas de voluntários a combater os fogos, outros tantos a cozinhar e a cuidar dos bombeiros e de todos os que perderam as suas casas e estão agora em abrigos temporários. E que tal educar e responsabilizar? Pôr estes miúdos a ajudar a remediar a asneira que fizeram?
Já era suficientemente frustrante saber que alguns destes fogos provavelmente teriam mão humana, mas agora ainda mais, ao saber que foram miúdos e que vão sair praticamente impunes...

Bush Fires



1 comentários
Saí de casa pela manhã. Estava sol e previa-se mais um dia de calor, como vamos tendo esporadicamente, com temperaturas uma dezena mais altas do que o habitual para esta altura do ano.
À hora de almoço saio à rua outra vez. Ventos muito fortes, daqueles que nos empurram e que derrubam árvores. Estava "nublado", uma espécie de nevoeiro pelo ar e milhares de partículas voavam na direcção dos meus olhos desprotegidos.
Ao longo da tarde o céu "nublado" foi ficando alaranjado e um cheiro a queimado denunciava o motivo. Altas temperaturas e ventos fortes são a combinação perfeita para mais uns incêndios. Olhando para o céu conseguia-se ver a nuvem de fumo a deslocar-se por cima da cidade, primeiro branca, depois cinzenta, cada vez mais escura. Desta vez foi aqui mais perto.

Imagem daqui

Nas notícias à noite não se falou noutra coisa. O nosso estado foi bastante afectado, estima-se que mais de 100 casas arderam. Mostram os residentes aflitos, muitos nem tiveram tempo de tirar nada das suas casas, pessoas desesperadas a quem a Natureza em fúria levou tudo; outros tristes mas conformados, sabiam que viviam em zona de "mato" e que isto podia acontecer. Felizmente até à data não houve registo de vítimas mortais.

Hoje já está mais fresco e o ar um bocadinho mais respirável mas ainda há mais de 20 fogos activos e o tempo urge para os controlar, já que daqui a 2 dias voltam os mais de 30 graus e ventos fortes.
Ainda estamos a meio da Primavera e os bombeiros não têm tido descanso. O Inverno foi mais seco que o habitual, a Primavera e o Verão vão ser mais quentes. Temos muito que agradecer aos bombeiros, que em qualquer parte do mundo são heróis, incansáveis, que arriscam as suas vidas para nos proteger. E esperar que tenham a força e os apoios necessários para acabar com o pesadelo de quem vive naquelas zonas...


0 comentários
Em Portugal:
     - Tudo bem?
     - Vai-se andando…

Na Austrália:
     - How are you mate?
     - Not too bad…

Não me venham com histórias que os tugas é que são um povo pessimista. Afinal há disto em todo o lado! "Não muito mal"? Lol

Internet de m%&!$ e outros serviços eficientes



2 comentários
Pois que nem tudo são rosas down under… Sim, isto é um país lindo, cheio de diversidade, cultura e tecnologia. Mas depois há coisas incompreensíveis.
Por exemplo, a Internet neste hemisfério não prima pela qualidade. Até irmos a Portugal, tínhamos uma "pen" recarregável, duma marca um bocado duvidosa, mas com preços acessíveis e sem contratos mínimos de 2 anos (que é coisa que eu abomino). A Internet dava para o gasto, embora tivéssemos que ter cuidado para não chegar ao limite de dados por mês. Era um sistema um bocado pré-histórico, com um apoio ao cliente medonho (tipo call-center na India), mas eu habituei-me e a vida corria bem.
Depois das férias mudámos de casa e de zona. A tal Internet aqui falhava a cada 2 minutos e quando precisei de voltar a carregar, tive a agradável surpresa de descobrir que aumentaram os preços para o dobro (!?).
Estava na hora de dar o braço a torcer e fazer um contrato com uma empresa como deve ser. Então descobri que a companhia dos telemóveis que usamos tinha uns planos bons e que até tínhamos desconto por já sermos clientes. Perfeito! Fui à loja e em menos de nada tinha Internet em casa, certo? Erradooooo!

Vamos recuar uns dias atrás. Quando eu não era residente permanente, não podia ter um plano de telemóvel em meu nome e por isso o meu estava em nome dele. Assim que recebi o visto, fomos fazer a transferência do contrato para meu nome. Uma coisa simples e rápida, pensam vocês (e pensava eu também). Erradoooo!
Disseram-me que o sistema assumia os novos dados em 2 ou 3 dias mas quase 3 semanas depois, quando vou para fazer o contrato da Internet associado ao meu plano de telemóvel (para ter o tal desconto) verifica-se que ainda apareciam os dados do dono anterior. Chegámos a receber 2 facturas para o mesmo período, uma no meu nome, outra no dele. Eu liguei várias vezes para a companhia, falei com vários operadores que lá iam resolvendo um bocadinho de cada vez e aparentemente, depois da última chamada, tinha ficado o problema resolvido. Mas não, vou à minha área de cliente e em que nome está o telefone? Exacto, ainda no dele! Volto a ligar e desta vez a operadora diz-me que as alterações ficarão com efeito daqui a 10 dias (?!). Eu preferia resolver esta embrulhada antes de avançar com o contrato da Internet, e depois ainda tenho que esperar 2 semanas até que um técnico venha finalmente instalar a coisa.

E é isto. Já respirei fundo e contei até 100 mas continuo um bocadinho fula.
É que a Internet é a minha janela para o mundo, o meu meio de comunicação com os que deixei lá longe. Eu podia viver sem televisão, sem comer doces, sem o telefone até, mas não me tirem a minha Internet!!!!


* Valha-me a biblioteca aqui da zona com wifi grátis, onde virei cliente assídua...
newer post older post